Regras Adaptadas na Iniciação: Goleiro-Linha x Defesa Individual

Acompanhando e participando de algumas competições de base, observo com frequência a utilização de regras adaptadas voltadas para a iniciação (categorias mirim e infantil, principalmente), tendo como justificativa garantir uma jogabilidade que esteja adaptada à faixa etária, período de aprendizagem e desenvolvimento motor e antropométrico da criançada. Fui um dos grandes defensores deste olhar, mas o que observamos é que a tentativa de “pedagogizar o … Continuar lendo Regras Adaptadas na Iniciação: Goleiro-Linha x Defesa Individual

Vídeos que podem nos ajudar – Treinamento de Goleiros de Handebol

Olá, Pesquisando no Youtube, resolvi procurar tudo o que podia sobre treinamento de goleiros de handebol. Treinar goleiros é sempre uma tarefa difícil, principalmente quando pensando em seu treino integrado ao treino dos jogadores de quadra. Este é um grande desafio! Apesar de não encontrar nada que vise um trabalho totalmente integrado, encontrei, um vídeo que copila uma série de exercícios que tratam do trabalho … Continuar lendo Vídeos que podem nos ajudar – Treinamento de Goleiros de Handebol

Recomendação de Leitura – Treinamento de Goleiros

Treinar goleiros sempre é um grande desafio para quem trabalha com handebol devido às suas singularidades. Considero a obra “Caderno do Goleiro de Handebol”, escrita pelo professor Pablo Juan Greco um grande guia para nossos trabalhos Clique aqui para ver a obra. Abraços a todos e boa leitura, Continuar lendo Recomendação de Leitura – Treinamento de Goleiros

Como pensar a formação de um jogador de Handebol III – 13 a 14 anos

Seguindo com os artigos que falam sobre a formação de um jogador de handebol, falaremos agora sobre como pensar a formação de jogadores de 13 e 14 anos, que já estão adentrando ao período de especialização esportiva.

Gostaria, porém,  de esclarecer um ponto.

____________________

Não penso que devemos nos empenhar única e exclusivamente na formação de um jogador focando o alto-rendimento como único caminho a ser alcançado nesse processo.

De acordo com Greco (1997, p.24), existem algumas fazes que devem ser pensadas durante o processo de formação esportiva de qualquer pessoa e gostaria de destacar aquilo que o professor Greco chama de Fase de Recreação/Saúde. (Figura abaixo)

greco-fases-de-formacao-do-jogador Continuar lendo “Como pensar a formação de um jogador de Handebol III – 13 a 14 anos”

Um Exemplo de Aula com Jogos DE e PARA Goleiros

Artigo gentilmente cedido por Patrícia Sheppa – Atleta de Handebol pela Associação Campineira de Handebol, Monitora do Projeto “Gol-de-Mão” e Estudante de Educação Física pela Metrocamp.

O goleiro sempre foi visto como grande importância no time: “peça essencial” e “metade do time”, é o responsável por orientar sua equipe, lançar bolas, ligar contra-ataques; contando, ainda com suas caractericas físicas,como flexibilidade, altura, envergadura, reação, coordenação motora e por fim a sua CORAGEM.

O problema é que muitas vezes os goleiros são deixados de lado pelo treinador. Não tendo o reconhecimento e atenção devido. Até mesmo em jogos de rua o goleiro na maioria das vezes é aquele que não “joga bem”, tornando, assim, o goleiro como uma função não tão importante, quanto aquelas que podem fazer o gol (será mesmo que o goleiro não pode fazer gol?).

O meu objetivo com esse artigo é conscientizar e ajudá-los com os treinos DE e PARA goleiros, conforme os textos escritos pelo professor Lucas (Iniciação ao Goleiro de Handebol – Jogando como Goleiros na Iniciação ao Handebol; Iniciação ao Goleiro de Handebol – Entre o Geral e o Específico; Iniciação ao Goleiro de Handebol – Jogos DE Goleiro e Jogos PARA Goleiro), os quais são extremamente importantes para uma equipe no seu todo, já que o goleiro é um dos mais completos jogadores. Aliás, um goleiro  pode atuar como armador central, sabia disso? Pois é! Ele pode jogar livremente como qualquer jogador, e ainda sim é o único que pode jogar no gol.

O melhor de tudo é que podemos estimular o aprendizado dessas várias funções que o goleiro pode exercer com simples jogos que despertem essas características.

Continuar lendo “Um Exemplo de Aula com Jogos DE e PARA Goleiros”

Iniciação ao Goleiro de Handebol – Jogos DE Goleiro e Jogos PARA Goleiro

Depois de discutirmos o fato de termos no goleiro um ponto de partida interessante para a iniciação ao handebol devido às suas características gerais e específicas de atuação, falta discutir a utilização dos jogos para o ensino dessas características em nossas aulas.

Didaticamente, vamos conceituar duas formas de abordagem de jogos possíveis de serem feitas com o foco de aprendizagem nos jogos relacionados aos goleiros: os “Jogos DE Goleiro” e os “Jogos PARA Goleiro”.

Continuar lendo “Iniciação ao Goleiro de Handebol – Jogos DE Goleiro e Jogos PARA Goleiro”

Iniciação ao Goleiro de Handebol – Entre o Geral e o Específico

Vimos anteriormente (Iniciação ao Goleiro de Handebol – Jogando como Goleiros na Iniciação ao Handebol) que jogar como goleiro é jogar handebol em sua totalidade, uma vez que o goleiro é capaz de atuar num jogo em sua totalidade.

Cabe agora pensarmos um pouco além disso, tendo ainda como base de análise os seis princípios do jogo apresentados por Claude Bayer, em sua obra “O ensino dos jogos colectivos”, que segue novamente para nossa leitura:

Observamos anteriormente que em se tratando desses seis princípios, o goleiro é capaz de atuar em todas as funções, porém, ao analisarmos os princípios de defesa, nos deparamos com um princípio que, conforme já foi citado, nos dá uma idéia de atuação específica do goleiro dentro do jogo de handebol. Trata-se do princípio de “Proteção de minha meta”.

Continuar lendo “Iniciação ao Goleiro de Handebol – Entre o Geral e o Específico”

Iniciação ao Goleiro de Handebol – Jogando como Goleiros na Iniciação ao Handebol

A iniciação ao handebol sofre de um grave vício de aprendizado. Os alunos independentemente da visão pedagógica do professor acabam experimentando muitas situações comuns aos jogadores de quadra, mas vivenciando de maneira débil situações comuns aos aspectos específicos do goleiro de handebol.

Independente da metodologia empregada – às vezes variadas em formas de jogos, como o que defendemos nesse espaço virtual e, às vezes, pautadas em simples ações motoras repetitivas, como no caso da visão tradicional de ensino, baseada no tecnicismo e no mecanicismo  (para saber mais sobre esse assunto, clique aqui) – esse é o principal meio de ensino do handebol por parte dos professores da modalidade: ter foco no ensino do handebol apenas nas ações centradas nos jogadores de quadra.

Continuar lendo “Iniciação ao Goleiro de Handebol – Jogando como Goleiros na Iniciação ao Handebol”

Tática Defensiva no Ensino do Handebol II – Princípios Operacionais Defensivos

1. Introdução

No artigo (Tática Defensiva no Ensino do Handebol I) anterior, citei que estaríamos analisando o ensino dos aspectos defensivos do Handebol, uma vez que a aprendizagem das ações defensivas é de grande importância para regular a aprendizagem tática ofensiva, pois, pensando o jogo como um sistema complexo e como um jogo de estratégias simultâneas, o ataque e a defesa se auto-regulam, criando dificuldades que possibilitam aprendizagens para ambos os indissociáveis momentos do jogo.

Essa reflexão se faz importante, pois muitas vezes ao aplicarmos atividades basicamente ofensivas, esquecemos de observar que (num processo de ensino aprendizagem baseado no jogo, sob uma perspectiva global-funcional) para “quem ataca”, sempre implementamos “um alguém” que defende e essa ação defensiva fica esquecida em nossas análises como professores. Daí uma série de artigos que tratem especificamente desses aspectos.

Continuar lendo “Tática Defensiva no Ensino do Handebol II – Princípios Operacionais Defensivos”

Análise Pedagógica do Handebol de Areia (Beach Handball)

Introdução:

Você conhece o handebol de areia? Você sabia que o Brasil é uma das principais seleções (masculinas e femininas) nessa modalidade? Pois é, além de muitos títulos mundiais, na última edição da competição mundial, a equipe feminina saiu com um 3º lugar e a maculina com a Prata, mostrando assim que a cada ano a equipe tem conseguido se manter na elite mundial da modalidade.

O Handebol de areia é uma modalidade que, apesar de carregar o nome “handebol” possui diferenças significativas se comparada ao “handebol de quadra”.

Continuar lendo “Análise Pedagógica do Handebol de Areia (Beach Handball)”