Cativar o aluno a ficar no Handebol: Sensibilidade Pedagógica

Para ensinar handebol, existem métodos variados e procedimentos pedagógicos das mais diversas naturezas.
Porém, quando um aluno chega para fazer sua primeira aula de handebol, dentro de nossa cultura esportiva, ele geralmente chega “zerado”, sem saber o que se pode e o que não se pode fazer.
Nossa tendência é falar sobre as regras, ensinar aspectos técnicos básicos como passe, arremesso, drible, ritmo trifásico e etc..
Handebol, sem dúvidas, tem tudo isso, mas ensinar e cobrar a “execução correta” destes aspectos técnicos logo no início pode ser frustrante.
Imaginem a seguinte situação: Seu aluno recebe a bola e a quica duas ou três vezes, em seguida a segura para ultrapassar um coleguinha adversário que está na frente dele dando mais de três passos e depois ele volta a quicar a bola. Por regra, ele primeiro andou, por dar mais de três passos segurando a bola, e depois realizou duas saídas, por ter voltado a quicar a bola depois de já a ter quicado e segurado. Ou seja, a tendência seria puni-lo com a perda da posse de bola.
Imagine agora que isso aconteça repetidamente em sua aula e, em todo momento, seu aluno que estava com a bola (o objeto mais desejado do jogo) perde sua posse porque errou.
Eu digo que as chances deste aluno ficar em sua aula é praticamente nenhuma.
É necessário, quando falamos de iniciação (independente da idade do praticante), que ele se sinta à vontade jogando, que se divirta e se alegre com a oportunidade de jogar handebol.
Seguindo o exemplo anterior, sabe como eu agiria? Deixaria o aluno fazer tudo aquilo fazendo o jogo prosseguir normalmente. Depois do lance ter terminado, conversaria com ele sobre o que ele fez e que não pode ser feito no jogo de handebol. Faria isso repetidas vezes, sem desânimo, até que ele entendesse e passasse a ser seu próprio regulador, pois naturalmente ele perceberá se acertou ou errou e nós percebemos claramente isso em suas condutas, e, somente, após este estágio de aprendizado estar consolidado, eu passaria a apitar seus erros técnicos.
Cativar o aluno por meio de ações sensíveis pode fazer toda a diferença para o crescimento do handebol.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s