Gostar de Handebol – Primeiro Objetivo Didático

Por onde começar a ensinar handebol? Como transformá-lo num esporte interessante e que faça com que as crianças se apaixonem por ele?

Não se trata exatamente de achar um método especial, mas sim de se escolher uma forma especial de ensinar um conteúdo relevante.

O que faz o handebol especial? O que o difere de outros esportes? Talvez esteja aí o elemento essencial para se traçar um primeiro objetivo didático.

Bem, o handebol é jogado com as mãos – mas o basquete também é, o voleibol também, rugby, futebol americano. Não seria este um diferencial, então. No handebol, devemos fazer gols – no futebol, futsal e outros esportes também!

Então, onde habita este elemento diferente, que possibilita à criança gostar tanto de handebol?

Dentre os principais elementos diferentes deste esporte está a possibilidade do contato físico – ora, mas no rugby e no futebol americano também existe o contato, não é? Sim, e talvez seja este e elemento que realmente transforma estes em esportes tão interessantes de serem ensinados e gostosos de serem aprendidos.

O contato físico significa ultrapassar um padrão social estabelecido – do corpo intangível – e traz mais um olhar diferenciado ao seu praticante. O contato físico pressupõe um desafio! Está aí o diferencial – encontrar o que faz do handebol desafiante.

No futebol, o simples fato de controlar a bolas com os pés é por si só prazeroso, desafiador. No basquete, acertar aquela cesta tão alta e tão pequena também é um elemento desafiador. No handebol, ultrapassar um defensor que pode detê-lo por meio do controle corporal se transforma num desafio tão interessante que faz surgir a finta, a relação do 1×1, que é na verdade a essência de todo jogo.

Então, com esta simples reflexão percebemos que ensinar a arremessar, passar, driblar não precisa ser necessariamente o primeiro objetivo didático no ensino do handebol, mas no contato e sua resultante, a finta, criando a relação de 1×1, é que mora um dos principais diferenciais que fazem do handebol o jogo delicioso de se jogar.

E, se queremos que haja 1×1, devemos abordar o ensino por meio de jogos e brincadeiras, afinal, só há prazer se um desafio é lançado: “Duvido que você passe de mim pra fazer um gol!”

Então, comecemos a ensinar o handebol por onde ele se transforma de mais um esporte em “o” esporte. Comecemos pelo contato! Está aí a forma de atingirmos nosso primeiro objetivo pedagógico – ensinar a gostar de Handebol!

Anúncios

Um comentário sobre “Gostar de Handebol – Primeiro Objetivo Didático

  1. Sou estudante de educação física da Universidade Federal de Santa Maria, estou fazendo nesse semestre a cadeira de estágio supervisionado, onde vou na escola dar aulas, mas de acordo com o que a professora iniciou. Tenho uma aluna cadeirante, queria saber mais informações sobre como inclui-la pra que ela também possa desfrutar dos jogos com os demais alunos, obrigada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s