A regra do sétimo jogador de quadra e as competições de handebol para crianças e jovens: reflexões

Os jogos olímpicos foram palco para a implementação de novas regras para o handebol, todas elas aplicadas, ao me ver com êxito do ponto de vista regulamentar. Porém, de imediato, uma situação ficou evidente: como serão estas aplicações nas competições de crianças e jovens? Sobretudo até os 14 anos de idade, muitas competições optam pela utilização de regulamentos adaptados ou regulamentos técnico-pedagógicos e, destacam-se quase sempre, … Continuar lendo A regra do sétimo jogador de quadra e as competições de handebol para crianças e jovens: reflexões

arbitro_tutor1

Sugestões para o processo de formação de novos árbitros de handebol

Novos atores! É disso que sempre precisamos para que nossa modalidade sobreviva e permaneça sendo uma realidade.

Fala-se muito em formação de atletas, cursos de capacitação para treinadores e professores, mas e formação dos árbitros, fica como?

Assim como em todo processo de desenvolvimento, novos árbitros precisam de tempo para adquirirem “bagagem” para apitar. Não é assim também com um jovem treinador? E, com as crianças que iniciam na prática esportiva, isso também não acontece? Este é um grande desafio para Federações e Ligas.

A partir disso, alguns postulados são encarados como verdades quase que imutáveis frente ao processo de formação do jovem árbitro e quase sempre são adotadas pelas organizações responsáveis pelas competições de handebol para alavancar a carreira destes árbitros. Vamos discutir alguns deles: Continuar lendo “Sugestões para o processo de formação de novos árbitros de handebol”

Foto: Wander Roberto/Photo&Grafia

Algumas considerações pedagógicas sobre as cobranças dos tiros no handebol

*Sempre é bom ler e conhecer as regras do handebol. Para isso, basta clicar no link à seguir: http://goo.gl/kmlO7y – último acesso em 5 de julho de 2015.

No Mundial de Handebol Feminino da Dinamarca, o jogo entre Brasil x França entrou com certeza para a história de nosso esporte, principalmente pelo gol da jogadora Fabiana “Dara” Diniz, a partir de um tiro de saída, numa situação em que a França jogava com o goleiro linha dando ao Brasil a vantagem de 1 gol no placar final do jogo.

Veja no vídeo abaixo este incrível lance:

Continuar lendo “Algumas considerações pedagógicas sobre as cobranças dos tiros no handebol”

defesa 3 contra 1

O handebol é jogo de “fominha”

*Antes de continuar a leitura, confira aqui a definição de fominha (termo brasileiro), no contexto do esporte coletivo.

Geralmente, entendemos que para garantir a participação de todos durante um jogo de handebol, o uso do passe é fundamental, pois assim todos pegam na bola e participam efetivamente do jogo. Frente a esta concepção é normal que o jogador fominha fique cansado de ouvir: “passa a bola!”.

Existem algumas caraterística do handebol reguladas por suas regras, que podem colocar em xeque este conceito.  Continuar lendo “O handebol é jogo de “fominha””

Passe Balão

Sobre o uso do “passe balão” na iniciação ao handebol

Estamos muito acostumados com uma verdade indiscutível: o passe balão não funciona no jogo de handebol.

Esta afirmação tem muitas justificativas e não quero aqui questioná-las, afinal, este tipo de passe possui características que incidem negativamente no jogo (de maneira geral), por diminuir a velocidade do jogo, muitas vezes ser interceptado pelos adversários e por ser de difícil recepção, pois quase sempre é disputado por um ou mais jogadores. Logo, com base nestas características, é comum que o funcionamento do passe balão seja questionado, com razão.

Porém, muitas vezes ouvimos ou dizemos ao atleta que realiza o dito passe balão: “pára de fazer passe balão!”, mas, de quem realmente será o problema: do passador, dos colegas que vão receber o passe ou dos princípios (definidos pelo professor) que orientam a aprendizagem das crianças? Continuar lendo “Sobre o uso do “passe balão” na iniciação ao handebol”

Curso_Handebol_Lucas

Curso de Handebol em Campinas – GRATUITO

A parceria entre o site Pedagogia do Handebol e Associação Campineira de Handebol promoverá na próxima terça-feira, 20/10, um Curso de Handebol grátis tendo como palestrante o Prof. Lucas Leonardo. Data: 20/10/2015 Horário: 15h30 às 18h30 Inscrições: No local, 30 minutos antes do curso. Certificado de Participação: Emissão de certificado com carga horária para todos os presentes. Local: Ginásio de Esportes Rogê Ferreira (saiba como … Continuar lendo Curso de Handebol em Campinas – GRATUITO

Regulamentos Adaptados: Contribuições de feras no assunto!

No dia 02 de setembro de 2015 estive na EEFE/USP junto com um grupo de alunos, coordenados pelo Prof. Ms. Diogo Castro, que discutem o handebol a partir de uma visão bastante aplicada, buscando para isso, referenciais teóricos e exemplos em grandes nomes do nosso esporte. Estiveram neste dia, também os Profs. Drs. Luis Dantas e Ana Lúcia Padrão dos Santos

Fui convidado para participar de uma conversa sobre a utilização de regulamentos adaptados em categorias menores, sobretudo, mirim e infantil.

Apresentei, como sustentação de meus argumentos, aquilo que considero os princípios essenciais da lógica dos esportes coletivos, que estão na relação entre as ações que visam a recuperação constante da posse de bola quando defendendo e àquelas que visam atingir de forma rápida (não com pressa) a oportunidade de desfazer-se da bola (por meio de finalização ao gol) quando se está atacando. Continuar lendo “Regulamentos Adaptados: Contribuições de feras no assunto!”

logo_usp

Pedagogia do Handebol na USP

  Convidado pelo Prof. Ms. Diogo Castro, o Prof. Lucas Leonardo estará na próxima quarta-feira, dia 02/09, na EFEE/USP, na cidade de São Paulo, para discussão sobre aspectos pedagógicos do handebol. À pedido do grupo de estudos, o foco da conversa estará atrelado à utilização de regulamentos adaptados em categorias menores, buscando definir algumas ideias acerca deste recurso amplamente utilizados por Ligas, pela Federação Paulista … Continuar lendo Pedagogia do Handebol na USP