Jogos Pedagógicos – Ensinando a Saltar a Arremessar no Handebol

Quantas vezes não temos que solicitar ao nosso aluno: “Salte para arremessar!” depois de uma finalização realizada por ele sem a utilização destas habilidades?

Uma estratégia muito utilizada para ensinar o aluno a salta e arremessar é pedir para que, simplesmente, façam isso, um de cada vez, com todos os outros amigos aguardando sua vez para fazer, por meio de correções do professor sobre o procedimento adotado pelo aluno.

Isto ensina? Sim, claro! Porém, também expõe o aluno que não consegue e este é o primeiro passo para a desistência do aluno. Portanto, devemos ter sensibilidade pedagógica quando tratamos do assunto.

Logo, uma forma adequada para isso seria ensinar o aluno a saltar e arremessar sem precisar de grandes intervenções, ou seja, criando atividades nas quais ele faça isso pela própria solicitação da atividade.

Para isso, apresento um jogo, que se faz jogante com relação a esta regra, de forma que o jogador seja impelido a tentar saltar e arremessar para ter êxito: Trata-se do Dodgebol com uma rede de voleibol. Continuar lendo

A aprendizagem do Passe na Iniciação e na Especialização ao Handebol – Diferenças Significativas

Geralmente, quando solicito que alguém caracterize o jogo de handebol, ouço algo assim: “É um jogo no qual a equipe deve passar a bola para depois arremessar a gol”.

A ideia que associa o handebol ao passe é quase que um senso comum entre alunos, atletas e professores.

Considerando, porém, o real objetivo do jogo, a utilização do passe pode não ser tão relacionada à quantidade de passes que uma equipe realiza, mas sim à qualidade do passe realizado. Continuar lendo

Vídeos que podem nos ajudar – Treinamento de Goleiros de Handebol

Olá,

Pesquisando no Youtube, resolvi procurar tudo o que podia sobre treinamento de goleiros de handebol.

Treinar goleiros é sempre uma tarefa difícil, principalmente quando pensando em seu treino integrado ao treino dos jogadores de quadra. Este é um grande desafio!

Apesar de não encontrar nada que vise um trabalho totalmente integrado, encontrei, um vídeo que copila uma série de exercícios que tratam do trabalho voltado ao detalhe técnico dos goleiros. Achei bacana compartilhar, dar uma luz a quem tem esta dificuldade em seu dia-a-dia nas quadras.

Bom proveito!

 

 

Canal de Vídeos do Youtube: Meios Táticos e Esquemas de Handebol

Amigos, segue uma indicação para todos, vale muito à pena assisitir. É o canal de vídeos do Georgio Miranda Alves. Nele há muitos vídeos que esclarecem como se desenrolam muitos meios táticos ofensivos e defensivos do handebol, bem como apresenta esquemas de jogo ofensivo e defensivo, sempre com imagens das melhores equipes do mundo jogando. Material que já faz parte de minha videoteca virtual particular.

Abraços,

A Capacidade de um Professor Transcender as Dificuldades Estruturais em Benefício de seus Alunos

Esta semana postarei uma matéria que foi ao ar na TV Globo, no dia 21/12/2008, mostrando a capacidade de um professor de educação física do interior do Mato Grosso do Sul em mobilizar alunos de sua cidade para implantar um projeto voltado para um jogo irmão do handebol, devido à sua organização funcional coletiva e por ser um jogo pertencente à família de jogos de bolas com as mãos, no caso o basquetebol.

Não irei, no entanto, ressaltar os fatores metodológicos do ensino, mas sim demonstrar como um professor pode, independente de seu método de trabalho, realizar um trabalho eficiente e mobilizador.

Continuar lendo

Tática Defensiva no Ensino do Handebol IV – Jogos de Defesa Zona

1. Introdução

Neste último artigo da uma série, vamos analisar a utilização de jogos para o ensino dos conceitos defensivos zonais.

Conforme destacado no primeiro artigo (Tática Defensiva no Ensino do Handebol I) anteriormente ao ensino diretivo a nossos alunos das estruturas defensivas clássicas do handebol (defesa 6:0, 5:1, 4:2 e etc..) devemos ter uma preocupação que diz respeito à formação de jogadores inteligentes para resolução dos problemas do jogo.

Direcionar nossos alunos para executarem mecanicamente estruturas defensivas  formais não garante que eles saibam executá-las. Distribuir nossos alunos na quadra e dizer: “Fiquem desse jeito, cada um é responsável por sua região” é muito pouco para nossa função de pedagogos do esporte.

Continuar lendo

Tática Defensiva no Ensino do Handebol II – Princípios Operacionais Defensivos

1. Introdução

No artigo (Tática Defensiva no Ensino do Handebol I) anterior, citei que estaríamos analisando o ensino dos aspectos defensivos do Handebol, uma vez que a aprendizagem das ações defensivas é de grande importância para regular a aprendizagem tática ofensiva, pois, pensando o jogo como um sistema complexo e como um jogo de estratégias simultâneas, o ataque e a defesa se auto-regulam, criando dificuldades que possibilitam aprendizagens para ambos os indissociáveis momentos do jogo.

Essa reflexão se faz importante, pois muitas vezes ao aplicarmos atividades basicamente ofensivas, esquecemos de observar que (num processo de ensino aprendizagem baseado no jogo, sob uma perspectiva global-funcional) para “quem ataca”, sempre implementamos “um alguém” que defende e essa ação defensiva fica esquecida em nossas análises como professores. Daí uma série de artigos que tratem especificamente desses aspectos.

Continuar lendo